quinta-feira, 27 de maio de 2010

video

domingo, 25 de outubro de 2009

Minha cidade


Histórico

A posição geográfica de Alto Taquari, lhe permitiu desenvolver ao longo dos anos, vínculos históricos com dois Estados da Federação, vizinhos do município: Goiás e Mato Grosso do Sul. O município localiza-se no extremo leste mato-grossense, entre duas grandes bacias fluviais - do Prata e do Tocantins. A cabeceira do Ribeirão Furnas, tributário do Rio Taquari, que contribui para a Bacia do Prata é o ponto mais meridional do Estado de Mato Grosso. O Rio Taquari é um dos formadores da extensa planície pantaneira, e em sua trajetória, até desaguar suas águas no Rio Paraguai, vai agregando inúmeros tributários, dentre os quais o Rio Coxim. O primeiro núcleo de povoação denominou-se Taquari, em referência ao Rio Taquari, mais tarde tendo sua denominação alterada para Alto Taquari.
O têrmo Taquari é de origem Tupi, designando uma espécie de bambu ou taquara, abundante neste curso d’água. Os povos indígenas, antigos habitantes da região, usavam a haste de taquara para fabricarem cachimbo - chamavam-na tacuari. A Lei nº 669, de 07 de maio de 1938, criou o Distrito Policial de Taquari, dada a importância estratégica que a localidade representava. Em qualquer povoação do interior mato-grossense a criação de um Distrito de paz representava o progresso. Em Taquari não foi diferente. A Lei Estadual nº 1.118, de 17 de outubro de 1958, instituiu o desejado distrito, representando fase de estabilização e tranquilidade na comunidade. O tempo foi passando, e os “alto-taquarienses” foram dedicando-se as lidas na lavoura e pecuária, favorecidos pela topografia geralmente plana e suavemente ondulada da região. A comunidade criou a Associação dos Amigos de Alto Taquari, presidida pelo Sr. Erni Valdir Dreyer. Através da gestão, junto aos deputados estaduais, a associação enviou uma comissão que pleitava a criação do município. Os deputados prometeram empenho, seguindo os trâmites legais do processo emancipatório. Um plebiscito foi realizado para verificar a viabilidade da emancipação política do lugar. A resposta foi um uníssono “sim” ao Decreto Legislativo nº 2.661, de 17 de abril de 1986.
A Lei Estadual nº 4.993, de 13 de maio de 1986, de autoria da Bancada na Assembléia Legislativa do PDS, PMDB e PFL, criou o município:
“Artigo 1º - Fica criado o município de Alto Taquari, com território totalmente desmembrado do município de Alto Araguaia...
Artigo 2º - O município criado é formado por apenas um distrito, da Sede.
Parágrafo Único - O município somente será instalado com a eleição e posse do prefeito, vice-prefeito e vereadores, realizada de conformidade com a Legislação Federal.”
O primeiro prefeito municipal foi o Sr. Erni Valdir Dreyer.
Ao tempo de sua instalação, o município de Alto Taquari contava com 7.650 habitantes, sendo 4.500 na zona urbana e 3.150 na rural; dois hotéis e três restaurantes; um posto de saúde e um clínica médica (particular); no setor educacional dispunha da Escola Estadual de 1º e 2º grau “Carlos Irigaray Filho”, Escola Municipal Dourados e as escolas municipais: Gonzales, Santa Cecília e Chaparral - da zona rural; um posto telefônico e rádio-amadores, do quais alguns eram comerciais.
A religião predominante é católica, mas cultuam-se templos das igrejas: Evangélica Confissão Luterana no Brasil, Assembléia de Deus, Congregação Cristã no Brasil, Batista Independente e União das Igrejas de Cristo no Brasil.

Nosso símbolo





ALTO TAQUARI



Perfil:

Alto Taquari é uma cidade bastante privilegiada em vários aspectos. Em termos geográficos, com ponto meridional de Mato Grosso e limítrofe a mais dois Estados Goiás e Mato Grosso do Sul. Encontram-se aqui também duas importantes bacias hidrográficas, nascem em nossos solos os Rios: Taquari (Bacia da Prata)

e Araguaia (Bacia Amazônica), juntando-se a outros importantes cursos de água.

Dentre as nossas riquezas naturais somos contemplados com solo fértil, topografia favorável, clima agradável e regularidade de chuvas. Faz parte também das nossas riquezas o espírito empreendedor dos agricultores que semearam seus investimentos e esperanças em nossas terras resultando suas colheitas em prosperidade. Projetando nosso Município em destaque Estadual e Nacional. Somos atualmente O MAIOR PRODUTOR RURAL DO BRASIL em produtividade por hectare.

Mas, não obstante em ser os maiores, em busca constante pela excelência possuímos modernos e sofisticados controles de qualidade na produção de sementes desde a germinação, controle de pragas, técnicas de armazenagem e recomendações técnicas aos clientes. Todos estes rigorosos controles obtivemos o reconhecimento de sermos também os melhores em termos de qualidade. As culturas destacadas são: soja, algodão e cana-de-açúcar.

Com a implantação do Terminal Ferroviário Ferronorte, proporcionou a melhoria do aspecto logístico, com transporte de baixo custo. Encontra-se instalado aqui o maior terminal de grãos da América Latina, movimentando por ano em torno de 4,5 milhões de toneladas de grãos e derivados. Em parceria do município com as empresas Ipiranga e Petrobras surgiu aqui também um moderno terminal petrolífero, sendo o único terminal do Estado de Mato Grosso que é responsável pela distribuição de petróleo e derivados para todo centro-oeste. Estes fatores desencadearam ainda mais o ritmo de crescimento do nosso Município – consagrado pelas lideranças políticas e empresarias denominado: POLO REGIONAL DE DESENVOLVIMENTO.

Diante de todo forte e arrojado processo de modernização e progresso que estamos atravessando, existe um respeito muito grande quanto às questões ambientais levando muito a sério o desenvolvimento sustentável. Não ficando apenas limitados ao modismo e uso palavras bonitas, mas como ideal fundamental: a preservação da natureza e o respeito pelo ser humano.

Neste momento de economia mundial conturbada, apesar de respingar sobre todos os setores os efeitos da crise econômica, ainda assim podemos considerar que estamos sendo privilegiados em termos de expectativas, uma vez que estão instaladas em nossa Cidade grandes, médias e pequenas empresas que fomentam a economia do Município, fato que nos faz crer na superação dos momentos difíceis e certamente estamos construindo com bases sólidas um futuro próspero..

Sentimos-nos orgulhosos por sermos referencia regional de crescimento e desenvolvimento econômico do Interior do Estado. Alto Taquari possui uma satisfatória e moderna estrutura nos setores de saúde, educação, comércio, indústrias, serviços e uma administração pública séria, responsável que zela e se orgulha de sua história e de sua gente, das suas riquezas e da convicção de estar no rumo certo para a construção e uma sociedade cada dia melhor, mais justa, digna e soberana.

Nossa bandeira

quinta-feira, 22 de outubro de 2009


sexta-feira, 9 de outubro de 2009

Plano de aula

Descobrimento do Brasil
TURMA: 1ª fase do 2º ciclo
Objetivos
Aprender procedimentos de leitura e escrita para o estudo de um conteúdo em textos expositivos.
Fixar o conhecimento sobre o descobrimento e colonização do Brasil.
Identificar a rota usada pelos navegadores da época.
Conteúdo
TEXTO: DESCOBRIMENTO DO BRASIL


Primeiros contatos entre portugueses e índios
Em 22 de abril de 1500 chegava ao Brasil 13 caravelas portuguesas lideradas por Pedro Álvares Cabral. A primeira vista, eles acreditavam tratar-se de um grande monte, e chamaram-no de Monte Pascoal. No dia 26 de abril, foi celebrada a primeira missa no Brasil.
Após deixarem o local em direção à Índia, Cabral, na incerteza se a terra descoberta tratava-se de um continente ou de uma grande ilha, alterou o nome para Ilha de Vera Cruz. Após exploração realizada por outras expedições portuguesas, foi descoberto tratar-se realmente de um continente, e novamente o nome foi alterado. A nova terra passou a ser chamada de Terra de Santa Cruz. Somente depois da descoberta do pau-brasil, ocorrida no ano de 1511, nosso país passou a ser chamado pelo nome que conhecemos hoje: Brasil.
A descoberta do Brasil ocorreu no período das grandes navegações, quando Portugal e Espanha exploravam o oceano em busca de novas terras. Poucos anos antes da descoberta do Brasil, em 1492, Cristóvão Colombo, navegando pela Espanha, chegou a América, fato que ampliou as expectativas dos exploradores. Diante do fato de ambos terem as mesmas ambições e com objetivo de evitar guerras pela posse das terras, Portugal e Espanha assinaram o Tratado de Tordesilhas, em 1494. De acordo com este acordo, Portugal ficou com as terras recém descobertas que estavam a leste da linha imaginária ( 200 milhas a oeste das ilhas de Cabo Verde), enquanto a Espanha ficou com as terras a oeste desta linha.
Mesmo com a descoberta das terras brasileiras, Portugal continuava empenhado no comércio com as Índias, pois as especiarias que os portugueses encontravam lá eram de grande valia para sua comercialização na Europa. As especiarias comercializadas eram: cravo, pimenta, canela, noz moscada, gengibre, porcelanas orientais, seda, etc. Enquanto realizava este lucrativo comércio, Portugal realizava no Brasil o extrativismo do pau-brasil, explorando da Mata Atlântica toneladas da valiosa madeira, cuja tinta vermelha era comercializada na Europa. Neste caso foi utilizado o escambo, ou seja, os indígenas recebiam dos portugueses algumas bugigangas (apitos, espelhos e chocalhos) e davam em troca o trabalho no corte e carregamento das toras de madeira até as caravelas.
Foi somente a partir de 1530, com a expedição organizada por Martin Afonso de Souza, que a coroa portuguesa começou a interessar-se pela colonização da nova terra. Isso ocorreu, pois havia um grande receio dos portugueses em perderem as novas terras para invasores que haviam ficado de fora do tratado de Tordesilhas, como, por exemplo, franceses, holandeses e ingleses. Navegadores e piratas destes povos, estavam praticando a retirada ilegal de madeira de nossas matas. A colonização seria uma das formas de ocupar e proteger o território. Para tanto, os portugueses começaram a fazer experiências com o plantio da cana-de-açúcar, visando um promissor comércio desta mercadoria na Europa.

Tempo Estimado Quatro aulas.

Material necessário
Data show, notebook, laboratório de informática

Desenvolvimento :
1ª ETAPA
Apresentar o texto em sala de aula no data show. Leitura e discussão sobre o conteúdo
Apresentação de slide:

Descobrimento do Brasil. (usando internet móvel e notebook)

2ª ETAPA
Atividades para fixação:
Complete as questões:
Em 22 de ..............de 1500 chegava ao Brasil .........caravelas portuguesas lideradas por.................................................................
A descoberta do Brasil ocorreu no período das ............................................................
Responda as questões:
a) Que nome deram ao primeiro sinal de terra que os portugueses avistaram?
b) Quais os dois primeiros nomes que deram ao Brasil?
c) O que os portugueses buscavam na Índia?
d) O que mais chamou sua atenção para este episódio do descobrimento da nossa terra?





Observe a figura e responda:
De onde vem as caravelas?
Quem é o comandante da expedição?
Com que povo eles fizeram o primeiro contato?

Avaliação

A avaliação será através de:
Observação dos procedimentos dos estudantes. O que escrevem?
O que comentam? Realizam as atividades com interesse? Fazem perguntas? Apresentam dificuldades?

sexta-feira, 25 de setembro de 2009

domingo, 20 de setembro de 2009

Aula planejada

Vamos ver o vídeo PLANETA ÁGUA
video

terça-feira, 15 de setembro de 2009

Esboço da aula.

A importância da água
A água é um recurso essencial para a vida. Por isso é necessário preserva-lá. Eis a questão.
A vida só se tornou perceptível apos o aparecimento da água. Para termos uma noção em relação a importância deste recurso basta parar e pensar. Por exemplo, nosso corpo é constituído de 75% de água. O que á torna indispensável para vida celular. E não só para o homem, mas, para outros seres que fazem parte do nosso planeta.
O desperdício de água cresce a cada dia, o que poderá provocar futuramente um déficit em sua quantidade. Acarretando uma serie de problemas. Onde estes irão afetar não só aos homens, mas principalmente ao meio ambiente.
Dado o exposto problema pode-se dizer que, a melhor solução para a manutenção de nossa existência é a pratica da preservação dos recursos hídricos. Desta maneira cabe a cada um de nós professores conscientizar os alunos dessa problemática.
Por isso vou levar os alunos no laboratório de informática para ver imagens e ler vários artigos sobre a importância da água para a vida do planeta como um todo.
Vamos refletir sobre a letra da música Planeta Água de Guilherme Arantes, a qual busquei na internet e baixei no Ares e copiei no no pendrive. Depois de bem trabalhado o assunto, vamos às atividades que serão em forma de interpretação de textos e desenhos em artes.